Alexsandra Cavalcante Arcanjo Vasconcelos, nasceu em 20 de fevereiro de 197. Foi a primeira filha, de três, do casal Valdir Arcanjo e Florência Cavalcante. Desde cedo, aprendeu dentro do lar os ensinamentos de uma vida cristã, na doutrina católica, tendo a oportunidade de ao longo da vida crescer adquirindo esses valores.

Na sua adolescência, pôde aproveitar bastante, mas logo foi introduzida na realidade da vida adulta. Sandra, como ficou conhecida no meio social início sua vida profissional muito cedo. Filha de comerciante, o pai a imbuiu de um valor muito forte de que para ser alguém na vida, constituir uma boa família, era necessário primeiro ser um bom trabalhador. Esse ensinamento era prática bastante comum naquele tempo. Sandra agarrou isso não só como aprendizado, mas incorporou as suas personalidades e valores.

Muito cedo, apaixonou-se por um jovem rapaz da cidade, após alguns meses de namoro resolvem casar-se. Aos 15 anos, casou-se com Paulo César Lopes Vasconcelos e juntos criaram um lar sólido e duradouro. O casal constitui uma família, possuindo três filhos; Valdir, Saulo e Alessa; que foram educados sobre os mesmos ensinamentos aos quais Sandra e Paulo foram submetidos em seu desenvolvimento. O casal, sempre presou para que sua família adquirisse bons valores e que seus filhos se tornassem acima de tudo, boas pessoas.

Ao longo dos anos, as medidas que sua Família crescia e se desenvolvia, Sandra ainda alimentava em seu coração os valores aprendidos na sua mocidade. Agora casada, dona do seu próprio negócio, mãe de três filhos resolve voltar à vida acadêmica e terminar o seu ensino superior. Após alguns anos de lutas, renuncias e sacrifícios conseguiu concluir o ensino superior. Mesmo já “fora da idade” pra estudar, tendo que lidar com o casamento, filhos e trabalho optou por dar continuidade aos estudos por acreditar que devemos sempre estar nos capacitando e nos desenvolvendo, caso contrário, somos engolidos pelo mundo, que cada vez mais se desenvolve, atualiza, se transforma. Acredita até hoje que devemos acompanhar esse mesmo movimento de estar sempre adquirindo novos conhecimentos, acompanhando as transformações do cenário ao qual estamos submetidos. Sandra gosta muita da frase de uma famosa música, em diversas ocasiões relata ser uma das frases que a melhor define: “Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo.”

Atualmente, Sandra é uma empresária do seguimento de moda e estilo a mais de 30 anos na cidade de Sobral, considerada influência e referência para muitos no segmento e na área empresarial. Sua personalidade forte, seus valores, sua capacidade de se adaptar, fizeram dela capaz de acompanhar os movimentos do mercado e se manter nos negócios. O que começou com uma loja de roupas femininas, conta hoje com um grupo de cinco lojas, entre franquias e multimarcas, todas no seguimento da moda. Se manter no cenário atual após tanto tempo tem sido um desafio. O mundo mudou, a moda mudou. O cenário sócio-político do país também mudou bastante nos últimos anos. Porém, no meio de todos esses altos e baixos, a combinação características únicas de Sandra a permitiram continuar nos negócios, enquanto que muitas empresas ao enfrentarem as mesmas condições acabaram recuando, não acompanhando as mudanças do mercado. É notório que a capacidade metamórfica, de adaptação de Sandra faz dela uma notável empresária. Hoje, recebe vários convites de instituições para dá palestras sobre negócios, empreendedorismos, administração e outros; sempre quando se faz presente nesses eventos, consegue contagiar e inspirar toda uma nova geração. Inspirar principalmente por trazer sempre em seus discursos não o enquadramento de algo antigo e retrogrado. Mas por sempre apresentar o novo, o inovador, mesmo possuindo tanto tempo de mercado. Apresenta as novas gerações, que estar disposto a aprender com o novo é o que faz dela capaz de se manter estável e crescendo após tanto tempo e com tantas mudanças.

Sua vida pessoal também não ficou distante dos mesmos sucessos e insucessos, ao longo dos anos, quem a acompanhou de perto pôde ver o amadurecimento, crescimento pessoal e profissional que obteve. Enfrentou diversas dificuldades no âmbito pessoal ao longo dos anos, mas não sendo diferente do que era no âmbito profissional, foi capaz de se adaptar e superar as adversidades. Em meio aos altos e baixos, encontrou uma vida feliz. Sandra, desde o início de seu casamento optou por firmar bem seus pés em Deus. E com os pés bem firmes em Deus construiu toda a sua vida pessoal. É membro consagrado com votos perpétuos da comunidade católica Rainha da Paz. Lugar este que pôde aproxima-la de Deus e que até hoje a desenvolve como ser humano, mulher, esposa, mãe e empresária. Acredita que Deus é na verdade quem tem conduzido o barco de sua vida o tempo todo. Mesmo possuindo uma personalidade bem forte, é perceptível sua sensibilidade a abdicar da sua própria vontade para seguir a vontade de Deus. Sua fé é uma de suas características mais fortes e presentes em sua personalidade. E foi também a fé, que guiou ela durante todo esse período de vida profissional e pessoal.

Sandra não vê sua vida como um sucesso meteórico, ao auto avaliar-se. Quando observa sua vida profissional, pessoal e pública, já que é uma figura pública hoje na cidade de sobral por estar envolvida no meio político, não acredita ser esse sucesso meteórico pintado ao longo desse texto. Acredita na verdade que são muitos altos e baixos e por isso não se caracterizaria como referência exemplo. Crê que o sucesso, a felicidade é algo que se encontra e alcança ao longo do caminho, não algo idealizado. É isso que a torna mais notável ainda, mais digna se ser referência e exemplo. Nos mostra e ensina que sucesso ou felicidade não é aquilo que conquistou, mas que seu sucesso e felicidade está justamente nos anos de luta, de altos e baixos, de crises e de momentos de estrema alegria. O sucesso e a felicidade são feitos e encontrados no caminho e não na linha de chegada, pois na vida real, a linha de chegada só acontece no final da vida. Sempre será necessário algo novo, mudar, adaptar-se, desenvolver-se, melhorar. Com essa mulher, que já vivenciou e enfrentou de tudo um pouco podemos aprender que o importante da vida não é o idealizado, mas o feito dia a dia, lá reside a felicidade e o sucesso. Essa mulher emponderada que se destacou no meio empresarial que era dominado por toda uma classe masculina, serve hoje de exemplo para mulheres e homens, como referência de empreendedorismo, esposa, mãe, católica e principalmente, exemplo de ser humano, de alguém que é limitado e aprende com suas limitações. Alguém que se adapta se transforma, se desenvolve. Não forte, mas resiliente. Capaz de ser essa metamorfose ambulante que está sempre encontrando seja como for à felicidade verdadeira, a felicidade e o sucesso que estão no caminho da vida e não na linha de chegada.