O programa "Mais Emprego, Mais Sobral" chegou em sua terceira convocação e mais 300 pessoas foram chamadas para atuar como auxiliar de serviços gerais. Nesta terça-feira (08/06), foi iniciada a entrega da documentação requisitada pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico (STDE), responsável pela organização do programa.

A iniciativa da Prefeitura de Sobral foi idealizada para empregar 1.000 chefes de família afetados financeiramente pela pandemia do novo coronavírus. Os candidatos assinarão os contratos de trabalho que podem durar entre seis meses a um ano, a depender da necessidade da administração pública.

Nesta última convocação, os classificados só poderão assinar o contrato após a entrega do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO), exame que tem como objetivo atestar se a pessoa está apta ou não para exercer as funções profissionais.

A oportunidade do emprego é vista com otimismo por pessoas como Ana Márcia Alves Souza, de 29 anos, moradora do distrito de Bonfim. “Eu estava só em casa, vivia com a pensão das crianças e tinha o Bolsa Família. Essa vaga de trabalho vai ajudar muito, é uma oportunidade muito boa. Eu sempre tive vontade de conseguir um trabalho, eu já vendi salgado na rua, já fiz faxina, mas nunca soube o que é receber um salário fixo. Isso é uma ajuda muito boa porque a gente vai ter o dinheiro já certo no mês, para pagar as contas e trabalhar dignamente", disse Ana Márcia, mãe de três filhos.

A vaga também chegou em boa hora para Jocélio Barbosa, de 35 anos e pai de duas filhas. “Quando a pandemia começou, o restaurante onde eu estava trabalhando fechou as portas, então comecei a fazer 'bicos' de motorista, motoboy, limpava terrenos. Há dois anos eu não tenho renda fixa. Pra mim, o Mais Emprego, Mais Sobral vai ser muito bom, veio em uma ótima hora. Quando vi meu nome na lista fiquei muito feliz”, contou o morador do distrito do Jordão.

Confira os locais e horários para a entrega da documentação AQUI